quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Amor bandido - texto de Tatiana Campos

Amor Bandido

O amor bandido chega, e’ logico, sem aviso, quando voce nao espera. Chega de supetao, muitas vezes parece inocente. Mas nao e’, obvio.
Ele rouba o seu sono e invade seus sonhos, quando exausta, a vitima enfim, consegue dormir. O criminoso e’ mentiroso mas parece ser friamente sincero quando muitas vezes e’ desnecessario ser.
Quando consegue uma vaga se instala bem no corac,ao e aanc,a para a mente, como um parasita. Suas intensoes variam: pode roubar apenas seu tempo e atenc,ao, pode ser que esteja a procura de abrigo, comida, dinheiro ou pode estar simplesmente ensaiando para o golpe real, o que vai lhe ajeitar a vida por longo tempo. Se voce possuir abundancia de recursos, muito cuidado para que tal bandido nao se torne seu conjugue.
Melhor e’ evitar os bandidos nas fases iniciais do abuso. Alguns sintomas iniciais do ataque criminoso e’ sua aldaz capacidade de arrancar segredos com jogos e torturas prazeirosas mas que sao, depois percebemos, venenosas, vergonhosas e um vertiginoso medo sao o resultado…e mais noites em claro.
Amores bandidos porem sao bons aos poetas que os utilizam como combustivel, inspirac,ao. Tambem ajudam a perder peso e fornecem um esplendido estimulo para melhorar a forma fisica, a aparencia em geral. Mas so’ nas fases premiliares porque depois causam, ao contrario, o aumento de consume de perigosas calorias, gorduras, alcool e outras drogas; emaranha e faz cair os cabelos enquanto outros pelos crescem como moitas inapropriadas. O resultado e’ visivelmete degradante.
Pior ainda, amor bandido rouba seus escrupulos, suas crenc,as e sua sanidade mental. Nem sempre o bandido se apropria dos bens materias da vitima mas sempre lhe rouba a paz. Este ladrao com certeza, faz mal ao corac,ao que passa a bater descompac,ado, pirado, desenfreado. O ritmo incerto afeta a respirac,ao e portanto a capacidade do afligido se concentrar. As obrigac,oes do abusado corac,ao terminam por naufragar. Profissao, estudos, vida social e familiar sao fortemente prejudicadas. A vitima pode ainda sofrer de lagrimas irrepressiveis, de odio, preguic,a ou irracionalidade baseada na falsa esperanc,a do amor bandido se converter a um amor estabelecido, inclusive com carimbos burocraticos atestando a relac,ao. Esta e’ a fase ilusoria do processo. Este estado compulsivo afeta a capacidade mental do individuo que ve tudo como imparcial, torna-se egoista e por fim pessimista, um desconsolo para a familia, visinhos, colegas e a sociedade em geral.
Vitimas do amor bandido, porem, nem sempre desejam apagar da memoria a ousada e destrutiva intervensao do bandido. Por vezes, quase sempre, em apelos dolorosos e fria ansiedade, deseja este bandido chegando de supetao, invadindo os sonhos, torturas e tudo!
Porem, como era de se esperar, o amor bandido some assim como aparece. Nao deixa rastro nem contato, claro. Some como se fosse so’ fantasia deixando a alma desolada ao consolo imprudente do chocolate, das comedias romanticas e seus galas, `a toda sorte de produtos ingeridos para aplacar a intolerancia desta sa solidao!
Finalmente, depois de tempo indeterminado, dias a decenios, a vitima pode vir a se reintegrar a sociedade. A cura e’ conquistada pela desilusao, a desativac,ao da ilusao. O processo requer o reconhecimento e valorizac,ao da realidade, atividades espirituais que levam a vitima a reconhecer seu valor, sua potencialidade, sua gratidao e os sinais do verdadeiro amor que se baseia sempre no amor-proprio. Para identificar tal amor, o verdadeiro, o respeito mutuo, o prazer da compania e do desenvolvimento progressivo dos interesses do proximo sao evidentes.
Loucura de amor bandido e’ doce e amarga mas ainda bem … o que nao mata so’ engorda! E como dizia vovo, e’ melhor prevenir do que remediar.

Um comentário:

  1. Interessantes teus posts, escrevo para divulgar o : www.o-cercadinho.blogspot.com Caso queira acompanhar e dar umas risadas,
    será um prazer ter nos visitando lá. O que é o Cercadinho? Segue apresentação para te situares. Em cada relacionamento afetivo, os envolvidos ficam restritos a um espaço, O Cercadinho, onde acontecem as interações. Em algumas fases, está cheio de "queridas", mas em outros, quase vazio. O Cercadinho é o resultado das conquistas amorosas, onde cada um preenche à sua maneira e gosto. Pode ter o critério de cotas e uma de cada: loira, morena, mulata, ruiva e/ou japa. Com faixas etárias e tipos variados. Até monogâmico com apenas uma mulher selecionada. Somos dois homens escrevendo relatos e histórias, sem pretensão literária sobre O Cercadinho. Seco, objetivo e um pouco bagual com sentimentos, assim é Iberê. Apaixonante, cafajeste e trash total, esse o Marcão. Entre no nosso Cercadinho e boa leitura.
    Iberê

    ResponderExcluir